INFINITUDE DOS CICLOS!

Profundidade não se mede…
Pode-se ir tão fundo… mas tão fundo..
Num vazio inimaginável
Num buraco negro indizível!
Quanto mais se permite
mais se adentra
e mais se liberta…
O vazio é um lugar assustador
e cheio de belezas…
E ele instiga com seus convites…
“Vai!… Despe! Desapega, desconstrói
Desidentifica!
Morre! Deixa ir!
Liberta!”

Quão grandioso é aceitar a morte?
.
E perante a ela render-se!
Entrega de si mesma para algo maior… confiança…
Que te joga no desconhecido
e sorrateiramente te traz total sentido!
.
INFINITUDE DOS CICLOS!
.
O que é morrer?
O que é nascer?
Se não morre como abre espaço?
Como se renova?

A Morte é uma Senhora!
Guardiã das sementes…
Guardiã do tempo…
Uma Maestra Sábia com potente medicina!

Adentre o espiral com coragem e resiliência
Abandone todas as certezas
Tudo o que você imagina Ser
.
Morra os apegos, os vícios, os padrões limitantes
os condicionamentos
Morra os autojulgamentos, as autossabotagens
a falta de compaixão e amor por si mesmo

Permita-se o vazio…
Adentre na quietude do luto…
E Sinta!…
As coisas já não são as mesmas
Mudaram de forma!…
Onde há morte há transformação…

Permita-se dançar a dança do mistério…

Juhliana Terra @juhlianaterra 🤎

#vidamortevida
#grandemisterio
#naturezaselvagem
#resiliencia
#inverno2021❄️

@viniciusmattaph obrigada por seu olhar 🤍🏹 e por abraçar a causa.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

EnglishPortugueseSpanish